terça-feira, março 27, 2012

OUTONO I.

É complicado. Com o turbilhão de emoções dos últimos dias; com o potencial explosivo dos atos que podem acontecer nos próximos; com o aumento da responsabilidade numa velocidade crescente, estudar cinco horas depois de trabalhar outras nove é complicado. Saber que estou uma semana atrasado nesse ritmo forte, ou seja, deverão ser 10 horas em vez de cinco, até ficar em dia e normalizar, assusta. Por outro lado, enquanto estudava, a mente estava tranquila. E o fato de estar acordado até agora, ter produzido e acertado todas as questões do minissimulado dá ânimo. Uma mensagenzinha curta e singela no meio do furacão: "considero sua dissertação satisfatória e apta para defesa pública". Fiquei olhando uns 10 segundos o visor do celular e lembrando de tudo o que passei para receber essa mensagem. E nem cheguei ao final. 
E, com tudo isso, só agora me dei conta que é outono. Uma semana depois. Isso é que me deixa mais pensativo (não, não é).
Receber teu e-mail de hoje foi um bálsamo.
"Toda positividade, eu desejo a você".
Nesse outono e sempre.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home