quinta-feira, fevereiro 16, 2012

E o blog volta a ser público. Não que isso mude alguma coisa. Mas é necessário mostrar que escrevi durante esse tempo as exatas mesmas bobagens de sempre. Um dia isso aqui acaba e eu apenas deleto, sem backup nem aviso prévio. Não sei se faz diferença, mais. Esta não é nem de longe a pior semana da minha vida. Mas tá chata. E, de novo, nessas ocasiões, é inevitável que isso aqui vire um odioso querido diário. Sem poesia alguma. Sem resquício de chiste pretensamente espirituoso. Pelo menos, terá sido a primeira semana em que cozinhei meu próprio alimento. Salada, contrafilé metido a argentino, arroz integral (refogando-se cebola e alho) e omelete. Já que é pra ser querido diário, que seja direito. De resto, vou tentar cozinhar meus sentimentos, processá-los de forma a manter as suas propriedades benéficas ao organismo gerar um bom sabor.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home