domingo, janeiro 01, 2012

10 dias


Dez dias me separam do meu reveillon particular. Já há alguns anos é assim: aproveito a vibe da celebração universal pra preparar a pessoal. São meus dez dias de colorido - ou tonalidades de cinza - diferente. Geralmente ganham luz as wishlists. As resoluções, as orações de são jorge na camiseta (surrupiadas por certo weblog), as lentilhas e os caroços de romã na carteira. 
Esse ano é assim: plano plurianual. Daqui a 10 dias restarão 3 para os meus quarenta anos. Virei tiozinho, de buenacho. E minha resolução é uma só: vou reinventar o meu tesão pelo Direito. Vou tentar de todos os jeitos, vou ser tenaz. Lerei sobre licenciamento ambiental, lei do audiovisual, direito tecnológico, administração legal, PPPs, direito esportivo, direito autoral, direito internacional, direito tra-ba-lhis-ta, direito dos fiapos do rabo do bezerro. Muito provavelmente esse garimpo venha acompanhado de alguma iniciativa empreendedora, dos muitos projetos que não vou escrever aqui, pra não dar zica. Se daqui a exatos 3 anos e 10 dias eu não sentir tesão, eu largo o meu ganha-pão e vou ser falado mal por todos pro resto da vida. Isso é uma decisão irrevogável. 03 anos é um prazo razoável, é meia faculdade, é um mestrado idealizado. Daqui a 3 anos ou eu sou feliz de verdade, essencialmente feliz, com todos os momentos de infelicidade inerentes ao cotidiano (não se permitem certos tipos de idealismo a pessoas com 37 ou 40 anos) ou eu vou, sim, criar  os meus cabritos montanheses. Se nesse meio-tempo eu vier a ter algum filho, esse plano vai ficar dramático, mas essa é uma decisão irrevogável. Meu filho tem, pois, grandes chances de ter o pai loucão que servirá de inspiração pra sua felicidade. 

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home