quinta-feira, junho 16, 2011

OUTONO IX - QUASE QUASE FIM.

I'ts times like these, you learn to live again, to give again, to love again. Algo me prendeu na minha casa até agora. Era pra eu ter ido pra atibaia e de repente me pego escrevendo "na minha casa" tão naturalmente assim, e aqui é Parnaíba. Acho que me mudei de verdade. E então vêm esses foo fighters e eu, pagando-lhes atenção na letra, vejo que estou cada vez cada vez cadavez menos dividido. E várias pessoas fazem teorias sobre mim, viro objeto de estudo, sou analisado, pesado, verificado, dissecado, até. Mas continuo aqui, com minhas musiquinhas e vitaminas com suco de laranja, sem sombra dúvida muito melhores que as com leite. E em seguida vêm esses hoodoo gurus e falam que they (eles falam I) never find a place where they can stay. Inevitável perceber-me mestre na adaptação. Nostalgio até te encher os ouvidos de aborrecimento, mas me adapto fácil onde estou. Todo lugar tem sua graça, toda pessoa, toda circunstância. Certo, isso foi de alguns meses pra cá, os tais livros em que pirei e tals. Mas finalmente vejo-me aproximando-se daquele tiozinho tranquilo com olhos inquietos que quis ser. Terei um filho? E por que não? Espero só mais um pouquinho, pra quem já esperou tanto, que é como se diz.
É que eu to ouvindo minha setlist estradeira enquanto escrevo, gente boa. Nem tudo vem pra tela, obviously. Gosto dessa sequência de letras. Só falta ter escrito errado. Dane-se. O outono está acabando e esse eu aproveitei bem, finalmente. In the trenches, hand-to-hand, seguem os HG. Night must fall, night must fall.
Espírito que está aí, esperando pra ser meu filho. Ou filha. Só te digo uma coisa: vc vai se divertir. Tem paciência, meu. Preciso percorrer alguns caminhos ainda. Mas já estou chegando, sinto. Um dia vou te trazer aqui, pra ver essa vista do horizonte, pra quem vai pra Pirapora. Se o dono da casa deixar, trazemos algo pra beber até a noite, ela precisa, cair.
Vc me ligou naquela tarde vazia e me valeu o dia.
Agora sim. Esse vai sem fim. Vai sem nozinho. Eu gosto de dar o nozinho com algum trecho dali de cima, um linkzinho, é uma tática pra fazer um fim de texto. Mas hoje as operações táticas estão tão calmas, que eu vou saindo assim, mansinho, em silêncio, meio sorriso... e com o chapéu do Indiana Jones.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home