terça-feira, março 22, 2011

OUTONO - II

Waiting in vain, é a música que escolhi para tentar falar novamente do outono.
O outono se assenhoreou.
Pois não é que não consigo mais falar dele como falava antes?
Por isso invoquei bob, pra me ajudar.
Sim, eu, uma vez mais, deveria estar dormindo.
Mas escrevo e escrevo e escrevo in vain.
Escrevo como se versos fossem, mas ponho pontos finais.
Como minhas primeiras cartas, em-que,-não-sei-por-que-motivo-eram-todas-as-palavras-separadas-por-hífen.
Não lembro se havia pontos finais. Existiam realmente muitos muitos hífens.
Enquanto penso um pouquinho, coloco dois stiksys na horizontal e vejo hífens salgados da elma chips.
Que palavra colocaria no meio?
Vc.
Eu quero isolar vc um instante do tempo e espaço, pra só existir vc.
Não era sobre o outono que eu ia falar?
Isolei a sensaçãozinha ardida de mistério que o entardecer de outono me dá. Mas ainda falta mais, falta muito mais.
E sinto que não vai sair nesse texto.
Porque esse texto está hifenizado com dois stiksys, vc ao meio, dançando bob marley em caraíva.
I don't wanna wait in vain, for your love.
Há alguns anos atrás, o allan me deu a dica de subir no viaduto perto de congonhas, salvo engano, pra ver o melhor sol de outono de são paulo.
Hoje o allan não deve mais ler aqui.
Muita gente que vai, muita gente que vem e vc, moça, vc permanece sob os dois stiksys: o do tempo e o do espaço. Dois stiksys nos quais se transformam os meus braços. Isoladinha ao som de bob marley.
O outono é circular. É elíptico. Repare bem.
Eu vou dormir e pedir pra sonhar com o outono.
E com vc circulando, not in vain.


1 Comments:

Blogger O coruja said...

Para mim o outono começou quando flagrei a gostosinha da academia roubando os pesos do meu aparelho, o que gerou um breve diálogo. Mas sou homem casado, mas também sujeito homem!!! Como sobreviver a tantos estímulos diários? O que vc faria Madureira?

P.S.: O susto foi retransmitido para quem de direito.

7:48 AM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home