domingo, junho 10, 2012

La vida es una tómbola...


Que voy a hacer, je ne sais pas/ Que voy a hacer, je ne sais plus/ Que voy a hacer, je suis perdu/ Que horas son, mi corazón. E acabei mandando a mensagem proibida. Não dei aquela saída. Cinco primeiros minutos da semana em que me desligarei, espero, um pouco de tudo. João boa vibe devidamente contratado, viajar sozinho vai voltar a ser bom, tem que voltar, eu vou voltar pra aí, paraíso perdido, to chegando. Penso em paradoxos de pacote de bolachas segurando backspace. Dá nada não. Não criar expectativas, sei, tá bom.
A construção frasal "acabei+ ponhaaquiumgerúndioqualquer" tenta afastar o dolo. Quando vi, puf! mandei a mensagem proibida. Não condiz com a fase atual, não condiz, não. No front: al jazeera. No jazeera, i said no, no, no, que que sobra?
Véi falou que não tenho nada, para de tomar essas coisas fii. Tem nada não, viu?
Súbito, desculpa aí, manu chao, verdad que no lo sé todavia todo todo lo que voy a hacer, pero una cosa me ocurió ahorita. Y la voy a hacer, pronto.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home