quinta-feira, maio 10, 2012

Sweet


Se pudesse, o que ela diria? 

frio. um moleton não foi o suficiente. tô achando que nunca mais vou me apaixonar, que já vivi tudo que tinha que viver. que desacredito que vou sorrir com uma besteira de uma criança. que só prestarei para estudar. que meus óculos me deixam estranha. que essa calça é boa, e pq não usava antes. que todos as minha reclamações, tentativas foram em vão. que aquele chaveiro de boneca na porta é velho demais.
e tem livros de menos.
e meu disco do Elvis está muito escondido.
e os clips coloridos, nunca usarei todos, pq tem muitos. a cortina de borboletinha me traz lembranças ruins. no lixo um rímel vazio. agora eu sei o que Paula Toller quis dizer com "ruas vazias de gente". olho pra minha boca, poxa, como ela é parecida com a do vô. o que será de mim qndo eles se forem?
o barulho do relógio da cozinha me irrita. fazer pezinhos no box me deixa bem. me dá esperança, mas eu não sei do quê. e aquele bolo na geladeira de laranja que ela me fez, eu não comerei, pq vai me fazer lembrar dela. Sim, ainda vou me apaixonar!

É, talvez ela dissesse.

1 Comments:

Blogger Allan Robert P. J. said...

Detalhes e lembranças.

4:25 AM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home