quinta-feira, junho 11, 2009

Cara anônima da boininha e saia,

Já terminaste o livro do Chico Buarque? Venho cumprir a minha parte do desafio. Não contei o número de caracteres, mas vc se desincumbiu a contento. Minha vez.

*

Não, você não entende a nossa revolta. Vou tomar como brincadeira a imagem de um burguesinho inconformado com o degrau que desci, assim como a que fiz de vc, tomando o capuccino e traquinando no iphone no café (mas bem que podia ser verdade, vc estava linda na imagem).

Gosto do teu estilo de discussão. Se for inconsciente a estratégia de se defender atacando (no sentido pacífico e semifutebolístico do termo), melhor ainda. Mas fato é que vc se desviou um pouco da posição de vidraça que tentei te colocar. Ainda assim, vou jogar minhas pedrinhas de marshmallow, se segura.

Não tive que apertar os cintos com o governo Lula. Por ele, minha condição financeira, que não vem ao caso qual seja, se manteve. Aliás, o tempo de vacas anoréxicas pelo qual passo, não tem a ver com o governo. É caso pra outro post, que não farei.

É meio canhestra essa tua visão de ‘país de burguesinhos metidos, inconformados com o degrau que desceram’. Definitivamente, este não é o Brasil. Isso é Europa, que, segundo o Vanucci, é logo ali.

O Brasil é um país de pessoas que vivem de salário mínimo. Os burguesinhos metidos são mínimos e invisíveis à massa, enquanto agentes econômicos, só aparecem qdo passam em seus carrões e em algumas colunas da televisão, mas eles certamente não apertaram os cintos. Ao contrário, ganham como nunca. E isso também não tem a ver com o governo Lula, simplesmente porque o governo Lula não mexeu, nem quer mexer, nem pode mexer, com eles. Isso é matéria pra outro post, que dificilmente farei.

Eu sou daselite. Mesmo sem grana, faço parte da elite pensante e formadora, embora peque, assim como a imensa maioria dos brasileiros peca, pela omissão. Aceito essa pedra, mas justifico. Se eu não tomar conta do que é meu, perco o que tenho e tenho a mais absoluta certeza de que contarei temporariamente com a ajuda de poucos e bons amigos, mas jamais serei acolhido pelo Estado. Simplesmente porque, como já disse, o Estado não funciona. Não, não falo de governo, Lula, FHC, Itamar, Collor, Milicos (incluído o civil Sarney), Jango, a PQP. Também não falo do Estado Mínimo liberal, nem da falácia do Estado Socialista. Eu falo do Estado como personalidade jurídica de uma organização de pessoas fundadas num mesmo território e submetido a um governo, com soberania. Isso, Anônima, no ecsiste más. Se ecsistir, que entorte este meu dedo (não, não entortou). Isso decididamente não funciona.

Não dá pra falar dos fundamentos históricos que nos trouxeram a esse ponto. Eu tenho pra isso (assim como tenho pra tudo, é meu jeito) uma teoria que penso coerente. Mas o que acontece é que (deus da guerra contra os lugares-comuns, misericórdia) o Estado há muito se divorciou da sociedade. A sociedade se organiza, mal e porcamente, de maneira opressora, excludente, gananciosamente e, dentro desse quadro, coerentemente, de maneira autônoma. Não depende do Estado. O Estado é um instrumento para grupos de pessoas organizadas e que partilham dos mesmos códigos de conduta atingirem e manterem-se no poder. Nosso modelo social é o do individualismo. E o governo lula passa um vernizinho comprado nas agências de publicidade, de contratos duvidosos, diga-se, dizendo que é diferente. Não é, e não pode ser. As políticas públicas existem para a preservação do sistema econômico, mas cada um cuida de si. O assalariado, o maiosmeno e aselite.

Cara anônima, o PT me enganou, pois eu achei sinceramente que ele abriria espaço nesse estado de coisas, e por isso em 2002 votei nele, pois acredito na social-democracia, que seria implantada pelos setores progressistas do PT. Mas o PT me traiu, assim como o Collor traiu a todos. Eu, que acreditava no PSDB só antes do FHC, passei a desacreditar também no PT, quando essa verdade se mostrou inexorável. O poder tomado por pessoas filiadas a partidos políticos sempre será igual, pro bem e pro mal. A organização e desenvolvimento da sociedade servem a um objetivo claro e definido: não desmoronar o sistema e assim manterem-se abertas as possibilidades de se manter no poder.

Ah, eu ia fazer um texto coeso, mas tem muita coisa pra falar. Já passaram dos 500 caracteres faz tempo. Então finalizo te respondendo. Diante do que escrevi até aqui, não existe candidato a presidente confiável. Por isso, eu voto como protesto no PSOL, embora saiba que o dia em que esse grupo chegar ao poder, vai se comportar igualzinho.

9 Comments:

Blogger Vica said...

Qual livro do Chico? Achei Budapeste e Leite Derramado duas bostas.

7:29 PM  
Blogger Madureira said...

Pensei no Leite Derramado, que não li. Budapeste curti muito. E tu tá comendo cabelo nessa foto, tava gostoso?

7:31 PM  
Anonymous Anônimo said...

O IpoDi veio aqui no seu blog,leu e me puxou a orelha que eu nunca mais tinha vindo aqui te visitar.Como pude fazer isso? Sensacional! Viciei! E a partir de hoje entro primeiro aqui,depois lá no lado A...rs...Escrevi no dia 21/04 tbem.
ass: Dévalgada Defendida

6:38 PM  
Blogger Madureira said...

IpoDi, meu caro, que história absurda é essa de querer levar a Devalgada, mãe do rebentinho lindo (vcs tem que dizer o sexo logo, pra eu poder parar de chamar de rebentinho), par ao lado negro da força? A devalgada é tricolor forever e saiba que já estou contratado para defender seus interesses.
***
Devalgada, venha sempre, mas pegou numa hora ruim, mal escrevo aqui. Mas voltarei, voltarei. Já identifiquei a tática do teu cônjuge, visse? Ele pôs o bode na sala. Aí vcs discutem discutem discutem que vc vai continuar (obviamente) sendo tricolor e ele lança assim: ah, tudo bem, mas então, PELO MENOS, o rebentinho vai ser (bate na madeira treis veiz) corintiano. Cuidado, devalgada! A premissa tem que ser: pai corintiano, mãe são paulina, rebentinho seja o que Deus quiser. (penso que pus muita lenha na fogueira agora). Bode em Natal serve pra fazer buchada, não pra pôr no meio da sala. Beijos pros três.

6:49 PM  
Blogger Golb said...

Ei, dona devalgada, que história é essa de primeiro vir aqui?

9:57 PM  
Anonymous Anônimo said...

Olha a polícia alvinegra aí,geeeente!!!! Olha o Golb inspecionando,DévalgadO!!!!Vixi maria!!! Vcs são figuras únicas! Saudades!
Dévalgada Defendida ( mto bem defendida,por sinal)

1:12 PM  
Anonymous Anônimo said...

Madureira! Sábias palavras.Vou lutar até o fim! E vou mostrar pro IpoDi esta brilhante defesa!Quero ver ele se defender! A melhor parte foi a do bode.Uma curiosidade:vc come buchada???? Aff! Aqui eles se deliciam com tal prato...

11:21 AM  
Blogger Madureira said...

buchada jamais, écati. ganharemos a causa, devalgada-cliente, ganharemos a causa.

7:58 PM  
Blogger be said...

華麗夢想,
夢世界,
酒店經紀,
酒店工作,
酒店上班,
酒店打工,
禮服酒店,
禮服公關,
酒店領檯,
華麗夢想,
夢世界,
酒店經紀,
酒店工作,
酒店上班,
酒店打工,
禮服酒店,
禮服公關,
酒店領檯,
華麗夢想,
夢世界,
酒店經紀,
酒店工作,
酒店上班,
酒店打工,
禮服酒店,
禮服公關,
酒店領檯,
華麗夢想,
夢世界,

1:46 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home