sexta-feira, agosto 22, 2008

Se eu pudesse simplesmente voltar a fita, eu passaria quarenta e três dias e quarenta e três noites segurando a tua mão, conversando com vc, sentindo a tua presença, te conhecendo um pouquinho mais, deixando-me conhecer. Eu não tentaria me enganar tanto, tendo aquela certeza grotesca de que vc voltaria pra casa, comigo dirigindo o carro, e conversaríamos na mesa e vc riria depois da pizza, de algum trocadilho bobo que alguém faria e então a discussão giraria em torno de ter sido a piada muito boa ou muito ruim. Eu sinto muito a sua falta. Demais. Eu sonho com vc cada vez menos e isso me angustia. Eu tenho medo de que me falte fé. Afasto o pensamento quando me dou conta do quanto vc quis minha presença naqueles dias e eu quis estupidamente levar a vida normal, fingir que tudo estava bem, que tudo ia ficar bem, tudo ia ser como antes. No fundo, eu sabia, mas não queria enxergar. Por que não fui honesto e falei que te amo? Que eu queria sentir um pouco do que vc estivesse sentindo, pra dividir o fardo? Que eu me sentia impotente e por isso me mantinha distante? Contava as coisas idiotas que aconteciam comigo no dia e esperava a enfermeira chegar pra voltar pra minha casa? Por que eu apenas não fiquei ali com vc, cada segundo? Cada filhadaputa de segundo? Por que eu não recusei todos os conselhos prudentes e assépticos de que eu precisava descansar, que eu trabalharia no dia seguinte cedo, que precisaria dar as aulas bem? Que se fodesse tudo! Por que eu não me doei integralmente, como vc fez tantas e tantas e tantas e tantas vezes por mim? Por que eu não compreendi que vc estava indo embora? Até o penúltimo dia? Ou o último? Por que aquela obviedade não foi simplesmente percebida por mim? Eu te amo. Eu queria ter expressado isso. Só isso.

3 Comments:

Blogger AdriB. said...

Acho que se tu tivesse passado todos os dias de todos os tempos com ele, ainda sentiria que foi pouco. Acho que é assim. Acho.

Calma que tudo melhora. Parece que não, mas melhora sim.

beijos

2:49 AM  
Blogger Dani said...

Eu senti exatamente a mesma coisa quando a minha avó morreu. Eu era adolescente e queria farra, ao invés de ficar um pouco com ela. Ela ficou uns 3 meses no hospital e eu fui vê-la uma vez só. Nem me lembro direito.
E isso não significa que eu não a amasse. Eu amava mto. Significa apenas que a ficha demorou pra cair, como tu disse.
Sinto mta falta dela.
Sei que não é parecido, mas tu sabe que meu pai não é igual o teu, então, eu jamais saberei exatamente o que tu sente.
Beijo

12:59 PM  
Blogger be said...

華麗夢想,
夢世界,
酒店經紀,
酒店工作,
酒店上班,
酒店打工,
禮服酒店,
禮服公關,
酒店領檯,
華麗夢想,
夢世界,
酒店經紀,
酒店工作,
酒店上班,
酒店打工,
禮服酒店,
禮服公關,
酒店領檯,
華麗夢想,
夢世界,
酒店經紀,
酒店工作,
酒店上班,
酒店打工,
禮服酒店,
禮服公關,
酒店領檯,
華麗夢想,
夢世界,

1:31 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home