quinta-feira, março 06, 2008

Qualquer novembro desses

Ouvirei o ruflar de asas

Que me erguerão para o Eterno

Cavalgarei os ventos

Com a brida da chuva

Que me levarão a rodopiar e rodopiar

Numa ciranda alegre , correndo todos os mundos

Carregarei na garupa

As minhas lembranças e as minhas cantigas

E os meus quatro rostos queridos

Abraçarei o sol e beijarei a lua

Dançarei sozinho na amplidão dos ares

Iluminado no esplendor de todas as cores do arco-íris

Embriagado das gotas de orvalho com o escurecer

Depois, deitarei nas nuvens

Aninharei meu corpo no regaço do amor

Me cobrirei com o manto da noite estrelada

E dormirei sem sonhar, sem sentir

Para sempre,

Em paz.

Nelson Galvão de França, 1937-2007

2 Comments:

Blogger Daniel said...

Mestre.

Tá no sangue.

12:56 AM  
Blogger be said...

華麗夢想,
夢世界,
酒店經紀,
酒店工作,
酒店上班,
酒店打工,
禮服酒店,
禮服公關,
酒店領檯,
華麗夢想,
夢世界,
酒店經紀,
酒店工作,
酒店上班,
酒店打工,
禮服酒店,
禮服公關,
酒店領檯,
華麗夢想,
夢世界,
酒店經紀,
酒店工作,
酒店上班,
酒店打工,
禮服酒店,
禮服公關,
酒店領檯,
華麗夢想,
夢世界,

1:11 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home